Mestrado Mestrado

COMO INGRESSAR

Para ingressar no Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Medicina Tropical, exige-se graduação, reconhecida pelo MEC, em Medicina, Farmácia-Bioquímica, Biomedicina e Ciências Biológicas (licenciatura e bacharelado).

O processo de admissão de novos alunos será regido por Edital de Seleção e Admissão, a ser publicado no Boletim Oficial da UFPE, com aviso no Diário Oficial da União, assim como será disponibilizado nesta página eletrônica. A seleção é anual, com inscrições a partir do mês de setembro.

MATRÍCULA

O candidato classificado para o curso deverá, obrigatoriamente, efetivar a sua matrícula no início do semestre imediatamente após o exame de seleção.

Os alunos ingressantes e veteranos do programa realizam a matrícula através do Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (SIGAA-UFPE), de acordo com os procedimentos e calendário de matrícula definidos semestralmente pela PROPG/UFPE e divulgados pelo programa.

DA ORIENTAÇÃO DE ALUNOS

Cada aluno dos cursos de pós-graduação será orientado por um docente do programa.

PRAZO

O prazo máximo para a conclusão do Mestrado é de 24 meses, contados a partir do mês da matrícula inicial no curso.

DISCIPLINAS

O programa de Mestrado em Medicina Tropical será constituído de disciplinas de pós-graduação, um exame de qualificação do projeto e por uma elaboração e defesa de dissertação.

Créditos e Carga Horária

O número mínimo de créditos a serem cursados para a obtenção do grau de mestre é 32 (trinta e dois), sendo 22 (vinte e dois) em disciplinas obrigatórias e 10 (dez) em disciplinas eletivas. Cada crédito corresponde a um total de 15 (quinze) horas de aulas.

Avaliação

Além da frequência mínima de 2/3 da carga horária correspondente, o aproveitamento nas disciplinas do curso será avaliado por meio de provas, trabalhos de pesquisa individual ou por outro processo, a critério do docente responsável pela disciplina, sendo o resultado expresso através de conceito, de acordo com a seguinte classificação:

· A – Excelente, com direito a crédito;
· B – Bom, com direito a crédito;
· C – Regular, com direito a crédito;
· D – Insuficiente, sem direito a crédito.

Para fim de aferição do rendimento acadêmico do aluno, serão atribuídos valores numéricos aos conceitos, da seguinte forma:

· A = 4
· B = 3
· C = 2
· D = 1

O rendimento acadêmico será calculado pela média dos valores numéricos dos conceitos, ponderada pelo número de créditos das disciplinas cursadas, isto é:

R = Somatório(Ni.Ci) / Somatório(Ci) onde,

R – Rendimento Acadêmico;
Ni – Valor Numérico do conceito da disciplina;
Ci – Número de créditos da disciplina.

EXAME DE QUALIFICAÇÃO

Os alunos do Mestrado submeter-se-ão, obrigatoriamente, a um Exame de Qualificação do projeto de dissertação.

DEFESA DA DISSERTAÇÃO

Comissão Examinadora

A Banca Examinadora da Dissertação de Mestrado será composta por no mínimo 03 (três) e no máximo 04 (quatro) docentes com título de Doutor, devendo pelo menos 01 (um) deles ser externo ao Programa de Pós-Graduação em Medicina Tropical da UFPE. A Comissão Examinadora contará também com dois suplentes, sendo 01 (um) deles externo ao Programa.

Dia da Defesa

Na defesa da Dissertação de Mestrado o aluno disporá de 30 (trinta) minutos para a exposição de seu trabalho. Cada examinador disporá de até 30 (trinta) minutos para a sua arguição e o aluno igual tempo para responder.

Menções da Banca

Encerrado o exame, a Comissão Examinadora, em sessão secreta, deliberará sobre o resultado, atribuindo ao trabalho do candidato ao grau de Mestre apenas uma das seguintes menções:

· Aprovado;
· Reprovado;
· Em exigência.

DEPÓSITO DA DISSERTAÇÃO

O aluno deverá, num prazo de até 60 dias, depositar cópias da versão definitiva da dissertação aprovada, em número e formatos (digital) exigidos pelo Programa e pela Biblioteca Central da Universidade, de acordo com o estabelecido nas Resoluções N° 3, de 30 de abril de 2007 e N° 6, de 15 de junho de 2011.

Estando em exigência, o candidato terá até 90 dias, conforme decisão da comissão, para providenciar as alterações exigidas pela comissão examinadora, e nesse caso, constará na ata, e em qualquer documento emitido a favor do candidato, que a aprovação está condicionada à avaliação e aprovação de nova versão pelos membros internos da comissão examinadora.

OBTENÇÃO DO TÍTULO DE MESTRE

O candidato deverá satisfazer as seguintes condições à obtenção do respectivo grau acadêmico de Mestre em Medicina Tropical e ter direito à declaração de conclusão do curso:

  • ter obtido o número total de créditos exigidos;
  • ter sido aprovado em exame de qualificação;
  • ter sido aprovado em exame de defesa de dissertação;
  • ter atendido às demais exigências estabelecidas no Estatuto e Regimento Geral da Universidade.

DIPLOMA

A expedição dos Diplomas de Mestre será solicitada pelo Programa à PROPG-UFPE, após o aluno cumprir todas as exigências regimentais e da Comissão Examinadora.