Voltar

Residência Multiprofissional do HC promove ação educativa para prevenção do suicídio

A ação de hoje foi realizada pelos residentes de Psicologia e contou com decoração no hall da Portaria 4 e distribuição do laço amarelo e folhetos

A importância de falar sobre a prevenção do suicídio que marca a campanha Setembro Amarelo foi tema de ação educativa promovida pela coordenação de Psicologia do Programa de Residência Multiprofissional Integrada em Saúde (PRMIS) do Hospital das Clínicas da UFPE, em parceria com o Serviço de Psicologia, na manhã de hoje (23), no hall da Portaria 4 do hospital-escola vinculado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh).

Foto: Moisés de Holanda/HC-Ebserh

Pacientes e acompanhantes receberam folhetos informativos

“O suicídio pode ser prevenido. Para isso, precisamos prestar atenção aos sinais que as pessoas costumam dar (tentativas anteriores, dizer que quer se matar, isolamento, mudanças de humor, entre outros), ouvir sem pré-julgamento e estigmas e a ajudar a pessoa a encontrar um serviço de saúde mental ou um profissional da área. O suicídio é um problema de saúde pública e que tem aumentado durante a pandemia de Covid-19. Conversar sobre o suicídio ajuda a preveni-lo”, explicou a coordenadora de Psicologia do PRMIS do HC, Cinthia Cavalcanti.

A paciente do HC e dona de casa Edilene Oliveira foi uma das que recebeu informações acerca do assunto e que aprovou a iniciativa. “É importante falar sobre isso para alertar as pessoas. Eu tive depressão e sei como é complicado. É preciso ajudar quem precisa porque a pessoa que está passando por isso, muitas vezes, não consegue se ajudar”, afirmou.

A ação de hoje foi realizada pelos residentes de Psicologia e contou com decoração no hall da Portaria 4 e distribuição do laço amarelo da campanha e de um folheto com informações sobre como identificar um comportamento suicida, sobre os mitos que cercam o assunto e onde e como buscar ajuda para preveni-lo: nos Centros de Atenção Psicossocial (Caps), Unidades Básicas de Saúde (Saúde da Família, UPA, Postos e Centros de Saúde e Centro de Valorização da Vida (telefone 188, ligação gratuita).

Data da última modificação: 23/09/2020, 15:54