Curiosidades Curiosidades

Voltar

Dr. Elias Coelho Cintra Júnior

Elias Coelho Cintra Júnior, nascido na cidade do Recife, província Pernambucana, no dia 02 de junho de 1807, filho legítimo de Elias Coelho Cintra (natural de Cintra Patriarcado de Lisboa) e Úrsula Maria das Virgens (Natural da freguesia de Santo Antônio de Recife); Neto paterno de Manoel Coelho Cintra(natural de Cintra Patriarcado de Lisboa) e Maria Rosa (natural de Mafra, freguesia de Santo Isidoro, distrito de Lisboa) e neto materno de José Bezerra e de Mariana Ignácia. Bisneto paterno de José Coelho Freire, natural de São João das Covas, arcebispado de Braga, Portugal, e de Francisca Teresa de Jesus, natural do lugar de Ceifeira Pequena, termo de São Miguel do Milharado, Mafra, distrito de Lisboa. 
 
Aos 20 de julho de 1807 nesta freguesia São Pedro batizou e com o santo oleo o Padre Antônio Rodrigues Chaves em Elias e foram padrinhos Luiz Ribeiro Peixoto Guimarães e Francisca Vitoria.
 
Segundo o jornal Diário de Pernambuco de 27 de abril de 1830, onde apresenta o nome Elias Coelho Cintra na Lista dos estudantes do 1º ano do Cursos de Ciências Jurídicas e Sociais em Olinda, após ter sido aprovado nos exames preparatórios. E consta no Livro de Registro de diplomas de bacharéis 1832 - 1848, que aos 27 anos de idade, obteve o grau de bacharel pela Academia de Direito de Olinda no dia 25 de outubro de 1834 e foi aprovado plenamente.
 
 
No Jornal do Diário de Pernambuco informa que no dia 28 de março de 1835, abrindo-se os Jurados à 04 de abril de 1835, e não podendo comparecer nos primeiros dias de seção emprego de Promotor Público deste município o Dr. Elias Coelho Cintra, para o qual fora nomeado, por ser o tempo que me fixarão para na Academia em Olinda para defender tese rogo a V. S. haja por bem nomear um promotor interino para os ditos dias, que assim que me desembaraça prontamente comparecerei a cumprir com os meus deveres. 
 
E segundo o Livro de Registro de diplomas de Doutores 1833 – 1883, onde informa que conferiu de doutor no dia 13 de abril de 1835. 
 
Em 16 de novembro de 1840, neste mosteiro de São Bento e secretaria da Academia Jurídica de Olinda, perante o Diretor interino Miguel do Sacramento Lopes Gama, compareceu o Dr. Elias Coelho Cintra e apresentando a provisão pela qual foi nomeado Lente substituto da cadeira do curso jurídicos desta cidade para servir interinamente o dito emprego.
 
Aos 03 de julho de 1841 neste Mosteiro de São Bento e Secretaria de Academia Jurídica de Olinda, presente o Diretor interino Miguel do Sacramento Lopes Gama, compareceu o Dr. Elias Coelho Cintra por seu bastante procurador Dr. Filippe Jansen de Castro Albuquerque e apresentando a carta Imperial pela qual foi nomeado Lente Substituto do Curso de Ciência Sociais e Jurídica da Cidade de Olinda.
 
Aos 34 anos, o Dr. Elias Coelho Cintra Filho, faleceu no exercício do mandato de deputado substituto pela província de Pernambuco no dia 25 de agosto de 1841 – no Rio de Janeiro e foi sepultado no dia seguinte na igreja de São Francisco de Paula. 
 
Fontes consultadas:
 
>> Biblioteca Nacional digital Brasil  -  Lista geral dos estudantes matriculados na Faculdade de Direito do Recife no ano de 1830
 
>> Biblioteca Nacional digital Brasil  - Diario de Pernambuco (PE) - 04 de abril de 1835
 
>> Biblioteca Nacional digital Brasil  - Jornal do Commercio (RJ) - 26 de agosto de 1841
 
>> José Aluísio Botelho - Esboço Genealógico
 
>> Lista geral dos bacharéis e doutores que tem obtido o respectivo grau na Faculdade de Direito do Recife, desde a sua fundação em Olinda, no ano de 1828, até o ano de 1931   
 
>> Livro de Certidão de idade de 1830 – Acervo do Arquivo da FDR
 
>> Livro de Registro de diplomas de bacharéis (1832 - 1848)  – Acervo do Arquivo da FDR      
 
>> Livro de Registro de diplomas de Doutores 1833 - 1883 - pág. 10 – Acervo do Arquivo da FDR 
   
>> Livro de Registros dos diplomas e títulos de todos os empregados do corpo jurídico - 32 e 33v – Acervo do Arquivo da FDR 
Data da última modificação: 01/06/2021, 20:08