Curiosidades Curiosidades

Voltar

Epitácio Pessoa - Um dos mais ilustres estudantes da Faculdade de Direito do Recife

Fotografia de Epitácio Pessoa - Fonte: Supremo Tribunal Federal

Há 155 anos, nascia o ex-presidente da República de 1919 a 1922 - Epitácio Pessoa.

Em 23 de Maio de 1865, nasceu na cidade de Umbuzeiro, na então província da Paraíba do Norte, hoje o Estado da Paraíba, um dos mais ilustres estudantes da Faculdade de direito do Recife - Epitácio Lindolfo da Silva Pessoa, filho do Tenente Coronel José da Silva Pessoa e Dona Henriqueta da Silva Pessoa, conforme consta na certidão de idade do ano de 1882.

Com sete anos perdeu os pais, vítimas da varíola. Epitácio e seu irmão Antônio foram enviados a Pernambuco e ficaram sob a responsabilidade do tio, o desembargador Henrique Pereira de Lucena, depois Barão de Lucena, que ocupava na ocasião a presidência da província de Pernambuco.

Ingressou no curso de Ciências Jurídicas e Sociais na Faculdade de Direito do Recife - em 31 de março de 1882, onde também estudavam na época Graça Aranha, Raul Pompéia, Clóvis Beviláqua, entre outros.  O estudo terminou com grande brilhantismo, recebendo o grau de Bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais, em 13 de novembro de 1886 - aprovado com distinção, como segue a imagem abaixo:

Imagem do Livro de Julgamento do exame do 5º ano de 1886

Por essa mesma instituição, em 18 de março de 1891, às 10 horas da manhã, reunido com a Congregação foi conferido o grau de Doutor aos Bacharéis: Epitácio da Silva Pessoa, Eugênio de Barros Falcão de Lacerda, Antonio Gonçalves Ferreira e Clóvis Beviláqua, Laurindo Aristóteles Carneiro Leão, Francisco Phaelante da Câmara Lima e José Vicente Meira de Vasconcellos. 

Atendendo ao seu curso brilhantíssimo e à cultura já revelada em várias publicações, foi nomeado, em decreto de 23 de fevereiro de 1891, Lente Catedrático da Faculdade de Direito do Recife.

Foi eleito Senador em 1912, e, posteriormente, foi eleito o décimo primeiro presidente da República, em 13 de abril de 1919, e assumiu o mandato em 28 de julho de 1919, permanecendo neste cargo até 15 de novembro de 1922.

Durante sua vida, Epitácio Lindolfo da Silva Pessoa foi Político, magistrado, diplomata, professor universitário, jurista e presidente da república entre 1919 e 1922.

Faleceu aos 76 anos, em 13 de fevereiro de 1942, no sítio que possuía em Nogueira, município de Petrópolis, Estado do Rio de Janeiro, sendo consignado pela Corte um voto de pesar, na reabertura dos trabalhos, em sessão de 7 de abril de 1942.

Fontes consultadas:

Livro de Certidão de idade 1882

Lista geral dos estudantes matriculados na Faculdade de Direito do Recife de 1882;

Lista geral dos bacharéis e doutores que tem obtido o respectivo grau na Faculdade de Direito do Recife, de junho de 1931 a dezembro de 1941;

Livro de Matrículas do 1º, 2º, 3º, 4º e 5º ano;

Livro de Julgamentos dos exames do 5º ano de 1886;

Site do Supremo Tribunal Federal -  http://www.stf.jus.br/portal/ministro/verMinistro.asp?periodo=stf&id=182

Data da última modificação: 24/08/2020, 05:59